Perfil

Tempo de leitura: 4 minutos

Olá! Eu sou o Thiago Zanetti e minha missão é ajudar as pessoas com escritos baseados na doutrina da fé católica. O objetivo é promover discussões sobre assuntos relacionados à vida espiritual e à comunhão entre Deus e o homem. Este blog foi construído para levar até você uma mensagem de otimismo, fé, conforto e de paz pelo ciberespaço.

Vou contar a você a minha história de conversão, foi assim:

Tive um profundo encontro com Jesus Cristo no ano de 2001 – quando cursava o 4º período de Jornalismo na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) – por meio de um atendimento de oração pelo Ministério de Oração por Cura e Libertação da Renovação Carismática Católica do Espírito Santo (RCCES), Arquidiocese de Vitória, na Casa de Maria, escritório do movimento na capital capixaba. Depois disso, passei a seguir a Jesus Cristo de perto; e foi na Renovação que dei os primeiros passos.

O meu primeiro serviço à Igreja foi no Santuário Divino Espírito Santo (Santuário de Vila Velha), como membro da equipe da Acolhida, trabalho que fazia com todo carinho. Cada um precisava ser bem acolhido e amado, pois é a casa do Pai, e recebíamos as pessoas como convidadas ilustres.

Comecei a participar do Grupo de Oração Imaculada Conceição, em Itaparica, Vila Velha. Na época, o Grupo acontecia no Centro Comunitário do bairro. Depois, passou a ser dentro da Igreja, ao lado. Em 2004, entrei para o Núcleo do Grupo de Oração e também para o Ministério de Pregação. Compus o núcleo do Ministério Jovem do Estado do Espírito Santo, setor novos projetos; mais à frente, ingressei para o núcleo do Ministério de Música e Artes da RCC Vitória.

Na busca por encontrar a verdadeira vocação, procurando o melhor lugar para servir – que é, na verdade, onde Deus nos quer e aonde nos envia – passei a servir como membro do 3º Elo na Comunidade Jesus está Vivo, de Vitória. Posteriormente, fiz um caminho vocacional na Comunidade Água Viva, de Vila Velha; tal caminho durou pouco; em discernimento, percebi que Deus tinha outro projeto: crescer na vida profissional. Passei num processo seletivo numa Universidade de Vila Velha e fui dar aulas. A seguir, comecei um caminho vocacional na Obra Shalom Vitória; também saí de lá por entender que ainda não era o meu chamado.

De volta à RCC, retomei os serviços no Mistério de Pregação junto com o Ministério de Formação.

Sou Ministro da Palavra.

Nessa busca pela vocação, escrevi uma carta com a pretensão de fazer um caminho vocacional na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista, São Paulo. Na primeira entrevista, o Espírito Santo foi taxativo: disse que ali não era o meu lugar. Pelo fato de a Canção Nova ter o carisma de evangelizar pelos Meios de Comunicação, achei que ali pudesse ser o meu melhor lugar, mas Deus tinha para mim os seus planos.

Também procurei a Comunidade Aliança de Misericórdia, em São Paulo; ali, o discernimento era para o Sacerdócio; essa busca também não foi para frente, e continuei procurando respostas.

Em 2006, podemos dizer, uma inquietude no coração começou a me incomodar. Comecei a perceber que o estado de vida laical não estava me preenchendo. Foi então que estreitei um diálogo com a Igreja, para purificar esse sentimento e constatar se minha vocação era a vida clerical.

Primeiramente, procurei o Seminário Nossa Senhora da Penha, da Arquidiocese de Vitória, para uma primeira conversa. De imediato, percebi que desejava algo ‘além-fronteiras’ do Estado do Espírito Santo, e que a realidade do sacerdócio diocesano não iria me atender. Foi então que fiz uma peregrinação por ordens religiosas: Franciscanos, Salesianos, Jesuítas e, por fim, os Dehonianos. Estava tendo acompanhamento espiritual, de modo informal, do Padre José Pedro Luchi, da Arquidiocese de Vitória. Nessa caminhada, surgiu a possibilidade de um namoro e fui aconselhado a parar a busca pela vocação sacerdotal e fazer a experiência do afeto.

Com vontade de evangelizar e propagar o amor de Deus, em 2007 lancei o site www.thiagozanetti.com.br (tirado do “ar” em 2015), em que escrevo sobre artigos de espiritualidade e formação católica. De 2001 pra cá, venho tentando seguir a Jesus entre erros e acertos, procurando ser um autêntico cristão.

Em 2012, lancei os livros “Deus é a resposta de nossas vidas (Palavra & Prece) e “O Sagrado: prosas e versos” (Flor & Cultura).

Pretendo de alguma forma ajudar as pessoas a terem uma qualidade de vida humana e espiritual, para isso utilizando de forma eficaz os modernos meios de comunicação.

Embora seja dinâmico para escrever, não vou transformar a escrita, a evangelização, em ativismo religioso.

Pertenço à Paróquia Bom Pastor, Praia da Costa, Vila Velha-ES.

Do seu irmão,
THIAGO ZANETTI